INTEGRAÇÃO SENSORIAL: Aplicações para aprendizagem na vida cotidiana

INTEGRAÇÃO SENSORIAL: Aplicações para aprendizagem na vida cotidiana

Data do curso:
28 a 30 de Maio de 2021
10 X
R$ 190,00

 

Objetivo:

▪ Capacitar profissionais para a compreensão dos mecanismos neurofisiológicos do processamento sensorial;
▪ Conhecer os principais problemas sensoriais que afetam a vida cotidiana de crianças e adolescentes;
▪ Conhecer estratégias sensoriais que promovam a participação social em diferentes ambientes (casa e escola);
▪ Conhecer os principais instrumentos de avaliação do processamento sensorial
▪ Entender o raciocínio clínico para a intervenção em integração sensorial;

Ementa:

Integração Sensorial é uma abordagem de tratamento criada pela terapeuta ocupacional norte americana A.Jean Ayres, terapeuta ocupacional com com formação em neurociência e psicologia educacional. Ayres (1972) define integração sensorial como “o processo neurológico que organiza a sensação do próprio corpo e do ambiente e torna possível o uso do corpo efetivamente dentro do ambiente”.

A teoria é usada para explicar a relação entre o cérebro e comportamento e explica por que os indivíduos respondem de certa maneira às informações sensoriais e como elas afetam o comportamento e a eficiência na execução de atividades funcionais. Ela baseia-se na premissa de que as funções corticais superiores dependem de uma organização neural adequada nos níveis cerebrais sub corticais.

A Integração Sensorial é uma área de prática terapêutica/clínica que vem se sedimentando e se expandindo com aplicações em diferentes ambientes inclusive na casa, na escola e na comunidade, com vários estudos e pesquisas que demonstram a sua eficácia em crianças com dificuldades de aprendizagem, de comportamento e dificuldades neuromotoras.

Essa intervenção surgiu com base na prática baseada em evidências sendo utilizada em crianças com  dificuldades de aprendizagem, comportamentais e de coordenação motora, no entanto já foram realizadas aplicações deste modelo em grupos de indivíduos com uma ampla variedade de deficiências e idades e em crianças neurotípicas que também podem apresentar transtorno de processamento sensorial. Apesar dos avanços que a Teoria e a Prática vêm apresentando ao longo dos anos, percebe-se a necessidade de expandir as pesquisas, os estudos com resultados clínicos em diversos contextos e com diversas populações.

Este curso surge com uma proposta de promover a formação de profissionais, com vistas a estudar o Modelo de Integração Sensorial com base nos estudos de Jean Ayres, aprofundando conhecimentos que fundamentam a teoria.

Conteúdo Programático:

Parte I: Bases Gerais do Modelo de Integração Sensorial

Histórico, Conceitos, Principais Modelos Teóricos
Aprendizagem Motora
Componentes do Processamento Sensorial

Parte II: As Disfunções de Integração Sensorial

Problemas de Modulação Sensorial
As desordens Motoras de Base Sensorial- Dispraxias
Dificuldades de Discriminação Sensorial

Parte III: Técnicas de Avaliação

Modelos de Avaliação
Roteiro de Entrevista
Principais Medidas de Mensuração do Processamento
Sensorial
Protocolos Estruturados e Não-Estruturados

Parte IV: Princípios do Tratamento

Organização do Plano de tratamento: elaboração e
mensuração das metas funcionais
Condutas terapêuticas para as intervenções em
Integração Sensorial
Relatório de Avaliação

PÚBLICO ALVO:

Terapeutas Ocupacionais
Fisioterapeutas
Fonoaudiólogos
Psicólogos
Médicos

CARGA HORÁRIA

30 Horas / aulas

RECURSOS DO CURSO

Café e água

Sim

Coffee break

Sim

Apostila

Sim

Certificado

Sim

Material de Apoio

Sim

PERMITIDO USO DE:

Máquina fotográfica

Não

Filmadoras

Não

Gravadores

Não

× Como posso te ajudar?