INTEGRAÇÃO SENSORIAL: dos princípios teóricos às especificidades da técnica

INTEGRAÇÃO SENSORIAL: dos princípios teóricos às especificidades da técnica

Vagas Restantes:

04 vagas.

Público Alvo:

Fisioterapeutas, Terapeutas Ocupacionais, Fonoaudiólogos, Médicos, Psicólogos

Objetivo:

1. Introduzir as bases teóricas que fundamentam a Integração Sensorial

2. Apresentar as estruturas e materiais que compõem o espaço terapêutico e os ambientes que favorecem a Integração Sensorial

3. Identificar as disfunções sensoriais que interferem nas atividades cotidianas da criança.

4. Estabelecer os princípios da intervenção terapêutica nos distúrbios de aprendizagem e neurológicos da infância.

Ementa:

Integração sensorial é um termo abrangente que envolve uma teoria, um processo neurológico, um distúrbio e uma abordagem de tratamento (Bundy,2005; Mulligan,2003). Jean Ayres, terapeuta ocupacional americana foi um marco de referência para a Terapia Ocupacional e a precursora no estudo da Integração sensorial criando uma teoria e uma metodologia de avaliação e tratamento para crianças com disfunções sensoriais. Inicialmente foi dirigida a crianças que apresentavam distúrbios de aprendizagem e atualmente a sua utilização se ampliou também aos portadores de disfunções neurológicas e do comportamento, que tem se beneficiado com sua aplicação em hospitais, instituições, clínicas e escolas. Este curso é destinado à profissionais da área da saúde que buscam entender os princípios teóricos da Integração Sensorial e como os fatores sensório-motores influenciam no comportamento e no desenvolvimento das habilidades tanto para a aprendizagem, como nas relações sociais.

Pré-requisito:

Conhecimento básico sobre:

Neurofisiologia do sistema nervoso
Patologias comuns à infância (Paralisia Cerebral, Síndrome de Down, Autismo, RDNPM e nos Distúrbios de Aprendizagem)
Leitura básica da teoria da Integração Sensorial.

Conteúdo Programático:

Parte I: Introdução a Integração Sensorial

  • Marco de referência teórica e da prática em Integração Sensorial.
  • Os sete órgãos dos sentidos: tato, visão, gustação, olfato, audição, vestibular e propriocepção.
  • Definição de integração sensorial.
  • Princípios da integração sensorial.
  • Processos sensoriais integrativos.
  • Características da intervenção de integração sensorial.
  • Apresentação dos recursos materiais para a prática da IS.

Parte II: Sistemas Sensoriais

  • Sistema Vestibular.
  1. Neurofisiologia
  2. Função do sistema vestibular
  • Sistema Somatosensorial – Propriocepção e Tátil.
  1. Neurofisiologia
  2. Funções do sistema somatosensorial

Parte III: Processamento sensorial e as Disfunções Sensoriais

  • Modulação Sensorial.
  • Discriminação Sensorial.
  • Práxis.
Parte IV: Como identificar os distúrbios sensoriais  e a implicação nas atividades cotidianas.

Parte V:

  • Indicativos para a intervenção a Integração Sensorial.
  • Princípios básicos do tratamento na Integração Sensorial para Terapeutas Ocupacionais e a interdisciplinaridade.
    • Integração Sensorial na Paralisia Cerebral, Síndrome de Down, Autismo e nos Distúrbios de Aprendizagem.

Metodologia

Apresentação das aulas em multimídia, aulas teóricas expositivas e vídeos.

Local do Evento:

InterCity Premium Salvador
Av. Tancredo Neves, 2227
Salvador – BA
www.intercityhoteis.com.br

Datas:

01 a 03 de Dezembro de 2017

Horários:

Sexta-feira a domingo – Das 08:30 às 17:30 horas.
# Intervalo para almoço e coffee break.

Carga Horária:

24 horas/aula

Investimento:

07 x R$ 242,86 – (iniciando em Outubro/2017 e a última em Abril/2018)

ATENÇÃO: Após esta data, diminuiremos o número de parcelas

Incluso:

  • Apostila
  • Coffee break
  • Certificado
  • Material de apoio

Informações Extras:

  • 5% de desconto em cada inscrição indicada;
  • Valor diferenciado para quem já fez os cursos pela SENSOMED CURSOS;
  • Não é permitido o uso de máquina fotográfica, filmadoras ou gravadores no curso;
  • O pagamento só será devolvido em caso de cancelamento do curso;
  • É necessário enviar comprovante do Depósito ou Transferência e o documento de comprovação de estudo.

OBS: Serão aceitos apenas: cópia da Carteira do Conselho Regional, boleto (pago) de mensalidade atual ou declaração original, atualizada (em papel timbrado, com assinatura e carimbo) da instituição de ensino.