Curso de Formação Internacional em PNF – Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva – Níveis 1 e 2

Curso de Formação Internacional em PNF – Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva – Níveis 1 e 2

Vagas Restantes:

Poucas vagas.

Público Alvo:

Profissionais em Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Objetivo:

Capacitar o aluno a utilizar técnicas de PNF, a fim de promover o movimento funcional por meio da facilitação, da inibição, do fortalecimento e do relaxamento de grupos musculares.
É uma filosofia de tratamento, onde se utiliza técnicas de contrações musculares concêntricas, excêntricas e isométricas, combinadas com resistência propriamente graduada e procedimentos facilitatórios adequados, todos ajustados para atingir as necessidades de cada paciente.

Ementa:

A abordagem em PNF foi desenvolvida nos anos 40 pelo médico Herman Kabat e pelas fisioterapeutas Maggie Knott e Dorothy Voss. Baseados nas teorias neurofisiológicas da época e em profundos estudos biomecânicos do movimento normal, eles desenvolveram mais do que uma técnica de tratamento, mas sim uma filosofia baseada principalmente nos seguintes fatores:

  • Abordagem sempre positiva, enfatizando o que o indivíduo é capaz de realizar (motivação mútua);
  • Treinamento intensivo com mobilização das reservas e investimento no potencial individual (as áreas fortes e sadias “irradiam” para as áreas debilitadas);
  • Visão global do indivíduo (biopsicossocial);
  • Busca do mais alto nível funcional.

Com a utilização de princípios e procedimentos básicos de estimulação sensório-motora (visual, verbal, proprioceptivos e exteroceptivos) e técnicas, que são ferramentas para solucionar as disfunções específicas de cada indivíduo (diminuição de força muscular, dor, incoordenação de movimentos, etc), busca-se facilitar o desenvolvimento de padrões de movimentos coordenados e eficientes, para otimizar a funcionalidade. Através deste amplo enfoque funcional, a abordagem PNF tem aplicabilidade em qualquer disfunção músculo-esquelética (ortopédica, neurológica, respiratória, reumatológica, etc.).

O curso garante a entrega da certificação internacional da IPNFA (Associação Internacional de PNF).

INDICAÇÕES:

Tratar as incapacidades relacionadas às atividades de vida diária: marcha, transferências (sentado para de pé, virar na cama, da cadeira de rodas para outros lugares e outras), alimentação, vestuário e várias outras atividades.

O PNF é utilizado para o tratamento de pacientes com disfunções músculo-esqueléticas:

  • pacientes neurológicos
  • ortopédicos
  • reumatológicos
  • respiratórios, etc.

Conteúdo Programático:

Introdução e Histórico
Filosofia do método
Princípios e Procedimentos básicos com correlações neurofisiológicas
Padrões de facilitação (membros superiores e inferiores, tronco, cinturas escapular e pélvica, pescoço) com suas principais variantes e diversas posturas
Técnicas específicas
Progressões em supino e prono
Marcha
Princípios de avaliação e tratamento baseados na CIF
Prática com pacientes (neurológicos e ortopédicos)

Local do Evento:

Aracaju (SE)

Datas:

Módulo I: 01 a 05 de Março de 2018

Módulo II:  12 a 16 de Abril de 2018

Horários:

  • Das 8:00h às 13:00h e de 14:00h às 17:00h

Com intervalo de almoço e de Coffee break.

Carga Horária:

Total: 100 horas/aula de 45 min.

Investimento:

  • FORMAÇÃO COMPLETA – valor referente aos dois módulos.
  • Valor parcelado: 10 x R$ 396,00 – (iniciando em Outubro/2017 e parcelando até Julho/2018)

ATENÇÃO: Após esta data, diminuiremos o número de parcelas.

Incluso:

  • Coffee break + serviço de café e água na sala
  • Apostila
  • Certificado
  • Material de apoio

Informações Extras:

  • 5% de desconto para os alunos da SENSOMED
  • O aluno não pode perder mais de 2 horas de curso em cada módulo (não recebe o certificado)
  • O pagamento só será devolvido em caso de cancelamento do curso.
  • A SENSOMED se reserva ao direito de alterar as datas dos módulos do curso por motivo de força maior. Caso isso aconteça, haverá um novo agendamento com uma nova chamada, podendo neste caso, ocorrer o reembolso dos valores pagos se o aluno não puder fazer o curso na nova data.
  • É necessário enviar comprovante do Depósito ou Transferência e o documento de comprovação de estudo.
  • OBS: Serão aceitos apenas: cópia da Carteira do Conselho Regional, boleto (pago) de mensalidade atual ou declaração original, atualizada (em papel timbrado, com assinatura e carimbo) da instituição de ensino.